domingo, março 22, 2015

Pra você que já está indo embora

Um dia prometi para mim mesmo que nunca mais alguém teria o direito de me fazer triste. Nem por um dia. Nem por um minuto. Já passei por isso, não quero mais.
Acredito muito na história em que atraímos coisas boas quando estamos felizes e fazemos o bem. Tenho me esforçado muito no meu trabalho, tenho sido mais tolerante com as pessoas e me preocupando mais com minha família e amigos. Tenho batalhado sozinho porque a cada dia mudo meus objetivos e não quero ficar dando muita satisfação para as minhas inconstâncias.
Foi aí que você apareceu. Cheio de sorrisos, ideias e gentilezas me mostrando que existia alguém que também estava escrevendo uma história interessante. Na verdade deve ter um monte por aí na mesma, mas eu estava era empolgado para ter ouvido todas suas - e olha que para conseguir prender a minha atenção precisa de muito. E durante umas semaninhas, meus dias só começavam e terminavam com seus bons dias e boas noites com, no meio da tarde, uma ligação pra mostrar que as palavras tinham uma voz que eu adorava. Abri meu coração contando coisas que tinha guardado para compartilhar com apenas as pessoas que precisavam entender o meu conceito. Espero que você tenha entendido essa parte.
Eu vejo o amor como um abraço: os dois precisam estar de braços abertos para que a coisa realmente funcione. A gente se abraçou algumas vezes e ainda sinto seu cheiro quando me pego pensando em você. Mas prometo que, depois de uma semana tão legal, eu não vou deixar que o fato de você estar indo embora seja motivo suficiente para que eu ache a vida injusta. Porque a vida é linda. E era só isso que eu queria ter podido mostrar pra você.
Fica vai!