domingo, junho 22, 2014

Sala de Embarque

Sentado esperando a hora do embarque, meus olhos analisavam todas aquelas pessoas que também estavam partindo. Ou voltando. E cada uma refletia minimamente o que eu estava sentindo. Tinha menina chorando no telefone, mãe tentando fazer o filho ficar quieto e criança que não estava nem aí. Eu era tudo isso. E mais do que isso, agora eu também era o piloto, do meu próprio avião.

Nenhum comentário: