segunda-feira, dezembro 16, 2013

Abracadabra!

A vida apertou demais o meu coração e, em vez de pedra, virou pó. Teve gente que cheirou e ficou muito louca. Outros, ainda, assopraram como em vela de aniversário que não apaga nunca mais. E aí me peguei dando uma de terapeuta com quem enlouqueceu, enquanto limpava a sujeira dos outros. Vida triste. A dos outros, não a minha.
Aprendi que uma hora a vida desafrouxa, desabrocha, o nó vira laço e o pó vira magia.
Abracadabra!

Um comentário:

Mara Ribeiro disse...

Bruno que 2014 traga felicidade e que sua caminhada abençoada por Deus.
Obrigada sempre por sua presença na vida da Laura.
Bj neste seu coração lindo.