sexta-feira, novembro 09, 2012

Mil tentativas

Eu tento tudo, juro. Aceito um convite pra jantar num restaurante bacana, vou numa padaria que virou boteco pra tomar uma cerveja em copo americano, pago metade do meu salário num taxi que não me levou a lugar nenhum. Eu tento, sério! Tento me interessar pelo papo dos outros sobre os outros, tento não desviar o meu olhar dos olhos de alguém que me olha de uma forma que eu não me sinto confortável. Tento não ser rude quando alguém coloca a mão sobre a minha coxa. A verdade é que eu tento encontrar você em outras pessoas que pensam que talvez eu exija demais. Eu exijo demais de mim mesmo, taí as minhas crises de ansiedade que não me deixam mentir. Eu até tento um beijo que não encaixa, um abraço que não abraça. Tento um telefonema sem assunto, um filme europeu hollywoodiano. Se eu não tivesse queimado todas as sua lembranças, pegaria a sua foto mais bonita e mostrava pra quem tenta: Ó É ASSIM QUE TEM QUE SER PRA EU GOSTAR DE VOCÊ! Mas não vou fazer isso. Seria loucura. E de loucura já basta a que eu fiz quando pedi pra você nunca mais voltar. Eu tô tentando!

Um comentário:

Chris Macêdo disse...

Adoro seu blog. As vezes parece que você está falando de mim... parece que sou escrevendo aqui... mas acho que são coisas que quem perdeu um grande amor sente, né? Bjos