sábado, janeiro 08, 2011

Para mim, 2009 só terminou há alguns dias atrás. O fato de não ter passado o meu ano novo de 2010 numa praia e nem pular as 7 ondas me fez perceber que 2009 demoraria ainda mais um ano para acabar.

Depois de 2 anos, 2009 finalmente acabou. E com ele acabaram pensamentos que há muito já não deveriam mais fazer parte da minha vida. O mar tem dessas coisas, leva tudo o que você pode imaginar.

Além disso, a minha mala era pesada demais para eu levar meus problemas. Então resolvi deixá-los em São Paulo, com quem realmente precisa deles para se sustentar.

10 dias num paraíso me fez repensar as minhas atitudes. A areia da praia é mágica, nos faz sentir o peso que carregamos por sermos nós mesmos e então percebemos que as grandes coisas são aquelas que não nos pesam, mas que nos fazem leves.

E durante a virada do ano colocava um significado para cada coisa. Os meus amigos estavam ali para me mostrar que eu nunca estaria sozinho, as velas acenderam esperanças de um ano melhor, os fogos queimavam os meus problemas em pedacinhos. O sorriso do meu rosto não saiu por um minuto, estava realmente muito feliz.

Mas depois de um ano e uma noite sem estrelas, o dia nasceu para me lembrar que o sol está sempre a brilhar, mesmo quando a gente não o vê.

Um ano só acaba quando concluímos o que começamos. Digamos que agora estou pronto para começar de novo.

Feliz ano novo!


Festa do Taípe - Trancoso - BA