terça-feira, outubro 05, 2010

Custo a dormir todas as noites pois me perco em meus pensamentos procurando de novo por você. Apesar de ocupar grande parte do meu coração, não sei mais onde você possa estar.
Será que ainda pensa em mim? Uma vez por dia talvez? Troca de rádio quando começa uma das nossas músicas ou sorri e pensa que tem alguém que ainda te espera? Deixa um monte de sujeira no carro? Ainda passa a mão na barriga quando está com vergonha? Continua fazendo barulhinhos quando te acordam depois de uma noite longa de sono? Que saudades das suas manias!
Para matar essas saudades, leio tuas cartas todos os dias na certeza que aquelas palavras ainda significam verdades eternas.
De olhos cansados e inchados, finalmente me rendo e durmo.
E aí, me limito a andar pelas ruas chamando seu nome a espera que você me ouça, apareça e fale com um sorriso no rosto: Finalmente reencontrei você!
Custo a acordar todos os dias.