domingo, março 28, 2010

Quando estou feliz, distribuo a minha alegra pra todos os cantos. Fico um chato, reconheço.

Quando a situação se mostra contrária, estou prefirindo guardar a tristeza só pra mim, naquele lugar onde nem eu saiba onde tenha deixado.
Desde pequeno idealizo muitas coisas pra minha vida. O tempo vai passando e percebo que muitas delas já não acontecerão mais. Não que eu seja alguém que desista das minhas vontades, mas a vida me mostrou que muitas vezes mudar os planos é fundamental para conseguir seguir em frente a fim de poder sonhar coisas maiores.

Tenho tantos anseios agora dento da minha cabeça, quantos deles ainda terei que abandonar para continuar sonhando?