domingo, março 14, 2010

Era uma vez o tudo. Tudo vivia com o vazio. O vazio vivia com todos. Todos viviam com tudo. Mas tudo era vazio. E tão vazio eram todos