sábado, junho 05, 2010

Preciso me dar uma chance.
Mas é bem difícil conviver comigo, mesmo pra mim.

Sou o dia todo me impondo limites,
testando meus sentimentos.

Me arrependo e não consigo me perdoar.
Me puno até não aguentar.

Saio por aí andando sem rumo,
Na esperança de um dia de novo encontrar alguém que me peça para sorrir.

Talvez, para que isso aconteça, o meu sorriso já tenha que estar estampado nesse meu rosto triste.

Essa vida é uma piada muito sem graça.

Um comentário:

graziela disse...

Tem razão. Tem horas, que parece que as pessoas só nos querem por perto se estamos radiantes. Inclusive nós mesmos.

Também me canso de mim. E me cobro e saio perdendo. O dia que achar que ganhei, será no dia em que entrarei na luz branca.