quarta-feira, março 10, 2010

Eu ainda acredito na sorte de encontrar um grande amor na padaria, num domingo à noite.

2 comentários:

graziela disse...

Quando menos se espera, acontece. tu não é um cretino por acreditar.

graziela disse...

encontrei um amor numa agropecuária. Mais tarde, revelou-se um cavalo, um cachorro.

O outro, encontrei numa parada de ônibus. Esse último, quero para mim.