domingo, janeiro 10, 2010

Essa vontade de ter você me consome. Ela me mata, me motiva, me incentiva, me contradiz. As lembranças a seu respeito estão embaralhadas junto com os meus conceitos de certo e errado e já não sei mais como ser racional.

Não controlo mais meus pensamentos e às vezes me paro pensando até onde eles irão me levar. Tenho plena consciência que a cada dia você está mais distante de mim, pro seu bem. Pro meu talvez.

Você me ensinou muitas coisas, será que agora você pode me ensinar a te esquecer?

A tristeza e a saudade são a minha inspiração.

Escrever talvez seja a melhor maneira de tirar você dos meus pensamentos. Preciso guardar as minhas lembranças em um outro lugar que não seja na minha mente. Assim, um dia e no futuro, poderei ler e recordar que alguém já me fez feliz.

Descobri que, por enquanto, a minha felicidade está no meu passado.

Passado composto por eu eu você.

Um comentário:

Elisa disse...

jah senti isso... e como....