domingo, agosto 31, 2008

Hoje foi o dia mais triste da minha vida inteira.
Chorei por todos os meus dias de felicidade
Chorei pelos dias que foram
e pelos dias que eu pensei que pudessem vir.

8 comentários:

A sua mais nova amiga disse...

Hoje eu não te conheço. Nunca te vi, sei pouco sobre quem você é...
Mas hoje vejo o reflexo da dor e da dúvida como se estivessem no meu próprio espelho.
A verdade é que conheço seus erros, suas dores.
Sei o que é amar como você ama, sei o que é estar disposto a mudar tudo, a abrir mão de tudo – até da própria essência – por esse amor.
Mas pessoas como você, pessoas como eu, nem sempre conseguem fazer isso.
Porque somos fortes. Nossa personalidade grita, precisamos ser o que somos.
Seja sorrindo ou gritando ou chorando ou pedindo, ou mandando.
Somos quem somos. Amamos do nosso jeito e amamos muito. Amamos para sempre.
O problema é encontrar quem possa lidar com tanta franqueza, querido. Com a verdade estampada no rosto, todo o tempo. Com quem, como nós, que não tem vergonha de parecer ridículo quando assim se sente. E não tem receio de reivindicar o que nos faz falta.
Mas não somos imbatíveis. Erramos a mão. E quantas vezes isso acontece...
Por sermos assim, tão viscerais, exageramos. E às vezes choramos demais, gritamos demais, pedimos demais. E cansamos o amor do outro.
É aí que nosso amor vai parar em segundo plano e precisamos de um “NÃO” na cara pra então pedir desculpas.
E poucos sabem que quando pedimos desculpas e dizemos “VOU MUDAR” estamos dispostos como poucos a fazer isso. Pra a gente, a segunda chance é tão visceral quanto o amor que sentimos.
E seu amor sabe disso. Porque sente a mesma coisa, de um jeito diferente. Com os sentimentos próprios, com o orgulho próprio, com a verdade própria.
Eu não te conheço. Mas sei do seu potencial pra amar e ser amado. Faça-o valer. Esteja mais aberto e mais disposto a encarar a verdade do outro, abra espaço para as reivindicações que vêm de lá. Na prática, no dia-a-dia. De verdade.
Amar até as últimas conseqüências é melhor que lamentar um amor perdido.
Lute, mostre, seja grande, seja verdadeiro. Mostre o quanto você lamenta e mostre que é VOCÊ o porto seguro de quem o outro precisa.
Seu amor sabe disso. Só precisa ter certeza.
Nesse ponto, vai por mim.
Hoje, eu aposto que te conheço.

felipe disse...

sempre disse e repito: Te admiro pra caralho, você tem um genio super forte...e pra estar com vc tem que saber lidar com sua personalidade!
Cara, não se preocupe, vocês se amam muito(isso eh notável). è uma fase..e essa fase vai passar.
Sabe como termina tudo isso?? Com muuuuuitos beijos e abraços, mas não qualquer abraço, estou falando daquele abraço BEEEMMMMMM forte e com muito amor!
Vou torcer por vocês, SEMPRE!

A sua mais nova amiga disse...

Postei o texto que escrevi pra você no meu blog. Espero que esteja bem e que vocês melhorem. Bjs

Anônimo disse...

oq aconteceu com teu blog antigo?? O ig apagou??

Srta. .:J:. disse...

Sempre venho aqui e leio, imagino as situações que vc conta, mas nunca tive tempo ou palavras interessantes pra comentar. Mas hj senti vontade de dizer que por mais triste que esteja volte aqui e converse, conte coisas engraçadas e absurdas e se precisar (coisa q acho que vc não precisa) conte comigo e com todas as outras pessoas que passam por aki so pra saber como vc esta hj.
Não nos deixe aqui aflitos sem saber o que aconteceu.
Abraços

Carolina Avari disse...

To com saudade que até doi !!!!
saco hahaha vizinhos não cosneguem se encontrar. Sugiro espeto.
beijos

Anônimo disse...

Como uma pessoa tao linda pode sofrer?
O mundo tem mais coisas a serem descobertas do que voce pode imaginar. Nao te conheço, nunca te vi, nao sei se um dia isso acontecerá.
Quis escrever isso...
Only.

Eugênio disse...

cuida dos teus, que a noite vem e eu vou cuidar dos meus