sexta-feira, março 09, 2007

As minhas mais intensas paixões são essas: as que eu vivo sozinho. E eu não me contento com essas situação, a de querer sempre mais vc. Às vezes acontece de encontrar alguém tão foda que é melhor imaginar o monte de coisas que a gente podia fazer junto a acabar com a idelização que tenho sobre vc realizando os meus desejos. Os sonhos são sempre melhor do que a realidade.

Se bem que não seria nada mal realizar meus sonhos com vc.

Obrigado pela conversa de ontem, vc fez o meu dia muito mais feliz!

quarta-feira, março 07, 2007

Estou super triste. Tudo me dá vontade de chorar. Hoje quase chorei quando vi um cara trabalhando de lixeiro. Mais tarde, no metrô, meus olhos encheram de lágrima quando vi uma velhinha sentada na sua cadeira cinza.

A minha vida anda muito sem graça. E ela devia estar sendo engraçada nesse meu momento de férias do banco. Queria conseguir urgentemente outro emprego pra sair daquela bosta. Só de imaginar eu sentado na minha mesa, já sinto vontade de chorar tb. Mesa, telefone tocando e chefe gritando, já entro em desespero.

Quando vou pra balada tudo me irrita. Quero espaço pra dançar, quero o banheiro limpo pra usar, quero a caipirinha com menos açúcar. Tudo me irrita. E por eu tentar me controlar a nao reclamar das coisas, fico ainda pior e tenho vontade de chorar. Tenho vontade de chorar quando percebo que ali tem tanta gente ao meu redor e eu continuo sozinho.

Subindo aquela ladeira maldita da faculdade, sinto vontade de chorar. Não por mim claro, mas pelas minhas pernas que não agüentam mais essa vida maldita andando a pé por aí. Não agüento mais usar meus pés pra andar, quero colocá-los pra cima num ato de liberdade. Pés pra cima e mãos na nuca.

Ando muito sozinho ultimamente e, com isso, um monte de besteiras surgem na minha cabeça. Coisas do tipo: será que eu fui muito mau na minha vida passada? Não é possível que meus objetivos nunca sejam alcançados e meus amores nunca retribuídos.

Alguém tem um prozac por aí? Pode ser uma arma tb!