sábado, abril 28, 2007

As vezes que mais sonho são naquelas noites dormidas à tarde. Fazia muito tempo que não desfrutava disso. Precisava me desvincular de um monte de coisa chata que eu estou passando. Um sábado de tempo horrível em São Paulo foi uma ótima desculpa pra eu fazer isso.

Primeira crise: CARTÃO DE CRÉDITO

Eu tenho plena consciência do meu descontrole com dinheiro. Já tentei usar o Excel pra controlar as minhas contas, mas é impossível prever no papel quando algum amigo desesperado quer sair no meio da semana e está prestes a acabar com a amizade caso eu o contrarie.

Em fevereiro, depois de gastar uma fortuna no carnaval, decidi que iria cancelar um dos meus cartões de crédito e o fiz. Antes disso, entrei em contato com a operadora do cartão e me certifiquei que não haveria mais pendências. Ok. Para eles, naquele momento, não havia.

Essa semana eu fui notificado, através de uma carta, que meu nome estava sendo enviado pro SERASA por não pagar R$70,00. Liguei de novo pro cartão de crédito e a vagabundinha do callcenter (odeio!) me informou que estava "em aberto" um valor X. Ok, sem problemas, estarei fazendo o pagamento assim que chegar no meu trabalho, no caso, no próprio banco que eu trabalho, onde tenho conta/cartão de crédito.

Não conseguia fazer um pagamento avulso. No caixa o meu cartão dava que era inválido. Tentei todos os dias da semana. Liguei pra porra do cartão todos os dias da semana. Me emputeci com afalta de preparo e a desconsideração das atendentes, pq além de eu ser cliente, ainda trabalho na quela merda.

Sexta-feira finalmente consegui pagar, mas já era tarde. O meu nome estava lá estampado na lista dos INADIMPLENTES. Eu nunca nam inha vida tive meu nome naquele lugar sujo ao lado de um monte de pilantra. Pra melhorar, eu simplesmente perdi o meu cartão de débito e estou andando com um milhão de folhas de cheque enquanto meu novo cartão não chega. Além disso, o sistema do banco caiu durante toda a sexta-feira e não consegui sacar dinheiro pro fim de semana.

Resumindo, eu ESTOU TOTALMENTE SEM DINHEIRO. Estou somente com cheques. E cheques, assim que consultados, não são aceitos quando o seu nome está no SERASA.

O cúmulo de toda essa história é eu querer abrir uma reclamação contra a própria empresa que eu trabalho. Aí eu me pergunto: qual a minha vontade de abrir novos relacionamentos no meu trabalho, enquanto o banco não consegue nem atender o seu próprio funcionário?

Concluindo, vou passar o fds inteiro trancado dentro de casa. Se alguém quiser me fazer companhia, pode vir que a festa é nossa! (Mas traz alguma coisa pra beber pq eu não tenho dinheiro!!! hahaha)

3 comentários:

Anônimo disse...

Que merda ein. Só no miojo!!!
HAHAHAHA!!!

Anônimo disse...

Vc faz terapia???! Precisa de medicamento gato, vc está com depressão, sorry.

Aline (facu) disse...

fazia tempo que eu não entrava aqui bru..
e sempre que entrava não comentava.
mas hoje tive que fazer isso....
hauhauhauahua vc é muito engraçado juro, a forma como vc fica irritado com as coisas que a acontecem na sua vida parece até que acontece só com vc.
O que tenho a te dizer é que deus da o frio conforme o cobertor..
e outra, pode ter certeza que vc me conquistou e que sempre estarei aqui..
pra tudo.

adoro muito você
bjus***