segunda-feira, fevereiro 26, 2007

Quando te mandei uma mensagem dizendo que estava indo pra perto de ti, pensei que fosse te arrancar um sorriso (eu e meus pensamentos..). Era tudo o que eu queria, um sorriso teu. Mas esqueci de uma coisa importantíssima: era Carnaval. E no Carnaval tudo muda, ou melhor, todos mudam. O meu maior erro foi acreditar que tuas doces palavras fossem se tornar atitudes e que as noites mal dormidas pensando em ti fossem se tornar dias de sol ao seu lado. Eu e minha imaginação. Eu e minhas expectativas. Eu e minhas decepções. Agora, sou obrigado a apagar da minha memória tudo aquilo que não aconteceu, todos os beijos que não demos na praia, todos os vinhos que não nos embreagaram e todos os entardeceres que não passamos juntos. E assim acaba a nossa história. A nossa história não, o seu capítulo. Vc poderia ter sido único, mas fez questão de ser mais um.

Próximo!

Um comentário:

Léo disse...

O livro da nossa vida quem escreve somos nós mesmos, e se um capítulo acaba, outro deve ser começado. Mas isso não impede, que capítulos anteriores sejam relembrados.

Devemos aprender e não afogar em mágoas.

abs

Léo.